Sex Education: como a série pode ajudar os jovens com alguns tabus da sexualidade

Assexualidade, bissexual, pan e fetiches são apenas alguns dos assuntos abordados na série Sex Education. Tudo o que é considerado “tabu”, a série trata com leveza e naturalidade, exatamente como deve ser.

A série

Com sua estreia em 2019, a série logo foi aceita por todo público, o que incentivou a acelerada produção da segunda temporada e planejamento da terceira.

Seu enredo inicialmente gira em torno de Otis, filho de uma terapeuta sexual, mas ele não possui nenhuma experiência com sexo. Por conta da profissão de sua mãe, seus colegas de escola entendem que talvez ele também saiba lidar com os assuntos de sexualidade e passam a procurá-lo para tirar dúvidas que vêm conforme eles vão se descobrindo e relacionando. Então, Otis decide abrir uma clínica de terapia sexual para alunos da escola e passa a ajudá-los em troca de dinheiro.

Prazer feminino

A importância de se conhecer e conhecer os seus gostos e prazeres também é um tópico apontado em Sex Education. Quando Aimee se depara com a situação do seu parceiro falar que não quer que ela “cumpra um papel” na cama e sim que sinta prazer verdadeiramente, então Aimee se depara com um grande dilema: o que eu gosto, o que me dá prazer?

E a partir daí passa a se conhecer através da masturbação e isso melhora a vida sexual dela consigo e dela com seu parceiro.

Importunação sexual

É colocada em pauta a importância da denúncia à importunação sexual após o episódio que a personagem Aimee vive no ônibus, quando um homem ejacula nela.

Além de incentivar a queixa dessas ações, mostra também como é importante não banalizar ou esconder, pois, como em Aimee, isso pode acabar acumulando e causando traumas, impedindo que a pessoa tenha uma vida sexual sadia.

Pornografia de vingança

O compartilhamento de fotos ou vídeos de teor sexual possuem o nome de “Pornografia de vingança”, que também está contida na trama. Por vingança, espalham a “nude” de uma das alunas da escola, ameaçando expô-la aos seus colegas e causando um verdadeiro terror psicológico.

Orientação Sexual

Ao longo da série, os personagens vão descobrindo os diversos tipos de sexualidade e entendendo melhor por quem eles sentem (ou não) atração.

Questões como entender que a bissexualidade implica em ter sentimentos pelos dois gêneros sem que isso anule um ou outro, que existem assexuais pessoas que não desejam ou não tem interesse em fazer sexo. Clique aqui para saber mais informações sobre assexualidade. Ou também os pansexuais, que se atraem por qualquer pessoa, independentemente de gênero.

Homofobia

O personagem Eric, que é assumidamente gay desde o início da série, decide comemorar o seu aniversário vestido com a roupa de sua personagem preferida e sofre com um ataque homofóbico no caminho da comemoração. Ele também teme a sua família extremamente religiosa, escondendo suas preferências.:

Vimos que motivos não faltam para assistir essa série incrível! E, já que vamos desconstruir e quebrar tabus, que tal testar a nossa nova Linha BDSM e se jogar nos seus prazeres e vontades?

Cintia Torquato

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *