A História da Páscoa

Nesse momento tão desafiador pelo qual o mundo passa, onde as pessoas estão reclusas, não se pode esquecer da Páscoa. Essa festa é a mais significativa para os cristãos. Ela tem como principal tema a ressurreição de Jesus Cristo, ou seja, um recomeço, uma nova vida e o sentido de sacrifício. Essa data é celebrada em todas as partes do mundo.

Páscoa vem do hebreu Pessach (passagem). O evento é festejado ha mais de 2 mil anos com o intuito de recordar o êxodo dos judeus do Egito, após 300 anos de escravidão.

Embora o período pascal seja muito importante para os cristãos, muito de seus costumes tem origem na Páscoa judaica onde o sacrifício do cordeiro era um prognóstico do sacrifício de Jesus Cristo na cruz.

Quando lembramos da Páscoa é necessário falar sobre seus símbolos no mundo: O cordeiro, como já foi citado, representa o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo. Outros símbolos  importantes são as luzes, velas e fogueiras que significam a chama de luz e esperança. Por sua vez, os ovos fazem o papel do nascimento, uma nova vida que retorna à natureza, isso porque muitos animais originam-se no ovo. Os coelhos trazem consigo a qualidade do nascimento e a nova vida. A razão disso é porque o coelho se reproduz rapidamente e em grande quantidade.

Vinda da China e incorporada pelos cristãos primitivos da Mesopotânia, existe também a tradição de ovos coloridos pintados. Eles carregam consigo o sentido da ressurreição, do sacrifício e da alegria.

Mas afinal, de onde vem a tradição de oferecer ovos? A resposta é China. Os chineses há séculos atrás se preocupavam em embrulhar ovos em cascas de cebola, cozinhando-os com beterraba. Assim, depois, de retirados da água, apresentavam desenhos em suas cascas.

Esse costume de presentear-se com ovos chegou à Pérsia e ao Egito. Muitas pessoas passaram a presentear-se com os ovos coloridos na Festa da Primavera. Vale ressaltar que os persas acreditavam que a terra originou-se de um grande ovo gigante.

Como foram trocados ovos coloridos por ovos de chocolate? A ideia que nos fica é a do surgimento da indústria de chocolates, criada pelo holandês Van Houtem, em 1828.

E você que gosta de chocolate, clique aqui e compre o seu Total Shock de Chocolate. Tenho certeza que irá curtir, experimente!

Por último, posteriormente a morte de Jesus Cristo, os cristãos consagraram o hábito de comemorar a Páscoa como lembrança da ressurreição. No século XVIII, a Igreja o adotou, oficialmente, visto ser Cristo o Cordeiro Pascal.

A quaresma precede o domingo de Páscoa, e esta é uma data de reuniões familiares. Infelizmente, com a quarentena por causa do Coronavírus, as famílias não poderão estar reunidas neste domingo de Páscoa. Mas não deixe de lembrar com carinho de todos os familiares. Faça uma chamada de vídeo, Deseje uma Feliz Páscoa a todos que você ama.

A simbologia da Ressurreição traz a esperança de um recomeço. 

Nós, da Feitiços, desejamos que todos possam ter seu momento de reflexão para que, passado este tempo de isolamento, todos possam retomar suas vidas fortalecidos.

Feliz Páscoa!

Fonte: www. paulinas.org.br

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *