Três passos para ter uma Vida sexual saudável na terceira idade

Ainda hoje há uma forte crença associando vida sexual ativa e juventude como se fossem condições simbióticas. Pessoas jovens possuem energia, vigor e força. Para muitos, tudo isso justifica a ideia de que sexo é algo reservado para essa fase específica da vida. Entretanto, com o aumento da expectativa de vida vemos uma quantidade cada vez maior de pessoas idosas buscando manter-se sexualmente ativas e devido a isso, selecionei três barreiras que precisam ser superadas para que possamos exercer nossa sexualidade em plenitude na terceira idade.

A primeira barreira são as expectativas exageradas. Nessa fase da vida, não podemos deixar de levar em consideração o desgaste natural do corpo. Assim como em outras áreas, as fantasias em torno da vida sexual devem ser adaptadas à essa nova etapa. Mudanças quanto ao tempo de ereção, rigidez peniana, diminuição da lubrificação vaginal e dificuldades com a penetração, por exemplo, são variáveis que devem ser consideradas com cuidado. Muitas vezes, a busca em manter o mesmo padrão da juventude leva os homens e desenvolver comportamento ansioso ligado ao sexo e secundariamente disfunção erétil, por exemplo. Seguindo a mesma linha, mulheres podem ficar frustradas com a mudança no padrão de excitação após a menopausa devido à queda de lubrificação resultado da carência natural de estrogênio no organismo.

Resultado de imagem para casal sexy velho"

Portanto, o primeiro e mais importante passo para manutenção de um padrão sexual satisfatório na terceira idade é a aceitar que seu corpo está diferente, possui limitações naturais decorrentes da idade e com isso, adequar suas expectativas em torno do ato sexual.

O segundo passo é abrir mão de preconceitos e tabus. A vida sexual na terceira idade é incompatível com padrões morais pré-estabelecidos e engessados. É necessário que o casal busque alternativas saudáveis para exercer de maneira integral a sua sexualidade: uso de sex toys, lubrificantes, massageadores, lingeries e todo tipo de aparato que possa facilitar o ato sexual.

Resultado de imagem para casal sexy velho"

O terceiro e não menos importante passo é o diálogo. Conversar com seu parceiro sobre suas preferências e dificuldades faz toda a diferença no momento da intimidade. Quais são as fantasias que eu gostaria de realizar? Tenho dificuldade em realizar determinada posição? Preciso de mais tempo nas preliminares? Penetração é algo que está difícil de realizar? Tudo pode e deve ser discutido com seu parceiro, afinal, sexo bom é sexo em que há cumplicidade e parceria.

Chegar à terceira idade é uma vitória. Com esses simples passos, sua vida sexual pode mudar da água para o vinho e o campo está aberto para manter um relacionamento sexual que pode não ser parecido com o da juventude, mas igualmente ou até mais prazeroso.

Ficou com alguma dúvida? Que fazer algum comentário? Escreva para mim:

Facebook: Dra. Lígia Rodrigues – Gineco

Instagram: @ligiarodsantos

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *